20070709

Infância...



"Nasceste antes de 1986?
Então lê isto...
Se não...lê na mesma...
Esta merece!!!!!

Deliciem-se...

Nascidos antes de 1986. De acordo com os reguladores e burocratas de hoje, todos nós que nascemos nos anos 60, 70 e princípios de 80, não devíamos ter sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebé eram pintadas com cores bonitas, em tinta à base de chumbo que nós muitas vezes lambíamos e mordíamos.
Não tínhamos frascos de medicamentos com tampas "à prova de crianças", ou fechos nos armários e podíamos brincar com as panelas.
Quando andávamos de bicicleta, não usávamos capacetes.
Quando éramos pequenos viajávamos em carros sem cintos e airbags, viajar à frente era um bónus.
Bebíamos água da mangueira do jardim e não da garrafa e sabia bem.
Comíamos batatas fritas, pão com manteiga e bebíamos gasosa com açúcar, mas nunca engordávamos porque estávamos sempre a brincar lá fora. Partilhávamos garrafas e copos com os amigos e nunca morremos disso.
Passávamos horas a fazer carrinhos de rolamentos e depois andávamos a grande velocidade pelo monte abaixo, para só depois nos lembravamos que esquecemos de montar uns travões. Depois de acabarmos num silvado aprendíamos.
Saíamos de casa de manhã e brincávamos o dia todo, desde que estivéssemos em casa antes de escurecer. Estávamos incontactáveis e ninguém se importava com isso.
Não tínhamos PlayStation, X Box. Nada de 40 canais de televisão, filmes de vídeo, home cinema, telemóveis, computadores, DVD, Chat na Internet.
Tínhamos amigos - se os quiséssemos encontrar íamos á rua.
Jogávamos ao elástico e à barra e a bola até doía!
Caíamos das árvores, cortávamo-nos, e até partíamos ossos mas sempre sem processos em tribunal.
Havia lutas com punhos mas sem sermos processados. Batíamos às portas de vizinhos e fugíamos e tínhamos mesmo medo de sermos apanhados.
Íamos a pé para casa dos amigos. Acreditem ou não íamos a pé para a escola; Não esperávamos que a mamã ou o papá nos levassem.
Criávamos jogos com paus e bolas.
Se infringíssemos a lei era impensável os nossos pais nos safarem. Eles estavam do lado da lei.
Esta geração produziu os melhores inventores e desenrascados de sempre.
Os últimos 50 anos têm sido uma explosão de inovação e ideias novas.
Tínhamos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade e aprendemos a lidar com tudo.
És um deles?
Parabéns!
Sim, estás a ficar velho heheheh , mas tivemos uma infância do caraças..."

Estas palavras são um excerto de um e-mail que recebi...
É incrivel como me identifico com cada palavra e como revejo a minha infância em cada frase...
Fiquei tão nostalgica que não resisti em postá-lo...
As crianças hoje estão tão protegidas e têm uma educação tão diferente daquela que eu tive que às vezes sinto que estou mesmo a ficar mais velha...
Mas uma coisa é certa, tive uma "infância do caraças"...


4 comentários:

Poeta do Bloco disse...

Felizmente todos tivemos uma "Infancia do caraças", mas o que me preocupa mais neste momento, que já somos considerados "cotas" (assim parece pela tua conversa lol) , sao estas crinaças, esta nova geração, que nao vai saber o que é divertimento, porque as unicas coisas com quem têm algum tipo de interactividade, é com um ecrã de 17" ou com uma caixa preta mto engraçada com jogos mto pouco didácticos e onde está o principio da invençao, da construção, da amizade? Escondida em parte incerta. Porque se continuar assim, estas crianças nunca saberao a dor da liberdade e o cheiro de sangue. Coisas verdadeiramente necessárias para uma criança. E o primeiro beijo? Será que alguma vez vão ter consciencia da importancia ou apenas será algo mais comum como que verão na nossa simples e egocentrica "caixa mágica"? Saberao o que é o Amor? Saberão o que é a Liberdade? Saberão o que é...Pensar, escrever, discutir, argumentar? Para isso serão precisos os pais, a comunidade e todos nós (cotas) para lhes ensinarmos que a vida de uma criança não se encontra em quatro paredes e numa caixa terrivelmente egocentrica e anti-didactica. Apesar de muitos de nos gostarmos de vermos televisao, teremos de os ensinar a "Filtrar". E é daí que parte tudo.

voodoo disse...

é verdade que hoje em dia as crianças não fazem metade do que nós faziamos!:P..se deixassemos cair uma goma do chão, não tinhamos quaisquer problemas em apanhar, mesmo que tivesse na terra,para depois comer!...era saudável....vitamina P (porcaria)..ainda tou viva :P
Adorei a minha infançia pk tb a partilhei contigo :D

Anónimo disse...

É sem dúvida uma pena que as crianças hoje em dia não andem tanto na rua como antigamente. Na minha rua uma criança recentemente fez anos e não vi crianças nenhumas na festa!!!! Como é possível? Já não há sandes em triângulo, rebuçados na mesa, brincar toda a tarde, a mãe a pedir para não andar a correr, as roseiras partidas pela bola... são tantas as memórias que não há espaço para as contar.
Eu compreendo que todos os dias vemos na televisão crianças a desaparecer e também compreendo que as famílias de hoje estão estruturadas de forma diferente, sem avós ou mães domésticas para tomar conta das crianças, mas não compreendo que ainda continuem a querer dar aos filhos o que os pais não poderam dar. Mas desde quando é preciso um monte de brinquedos caros para uma criança se divertir? Se não têm paciência para as crianças e querem-nas sempre sossegadas isso é outro assunto...
Tenho a certeza que as crianças de hoje crescerão igual a nós, mas com pouca capacidade de trabalhar em equipa, terão infâncias muito solitárias, sem aventura, as coitadinhas.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,