20110329

Buscas...


- Gatinho - chamou a Alice - podes dizer-me, por favor, como hei-de sair daqui?
- Isso depende muito do sítio para onde quiseres ir - respondeu o Gato.
- Não me interessa muito para onde vou... - disse Alice.
- Nesse caso podes ir por um lado qualquer! - respondeu o Gato.

(Palavras de Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll)

Há alturas da nossa vida em que nos encontramos um pouco como a Alice... queremos sair da situação ou do local onde estamos mas parecemos rodeados de uma espécie de névoa e que linhas que se cruzam e entrecruzam, como no metro de Paris.
Todo este ambiente desordenado e revolto faz-nos perder de vista as nossas metas, os nossos objectivos e ficamos sem saber para onde ir nem por onde ir e muito menos onde deixámos o carro estacionado...
Diz-se por aí que "quando uma porta se fecha abre sempre uma janela", mas se eu já nem sei onde ficou a porta, quanto mais onde estão as paredes com as janelas? ou será que nem há janelas onde estou? às vezes nem o chão...
Mas existe uma pequenina porção do nosso cérebro que nos deixa ver aquela luz ao fundo, como que uma fresta de uma janela imaginária, que nos faz sentir que afinal pisamos um chão e que existe algum caminho e alguma esperança para prosseguir...
Afinal de contas, a esperança é sempre a última a morrer!

8 comentários:

Rick Monteiro" disse...

Realmente"
Belo texto"
E a esperança é a ultima
a morrer, mas tenha pressa,
por que um dia
ela morre... É a vida"
"(L"

poeta_rural disse...

como diz o grande gabriel o pensador, na sua música "Tem alguém aí?":
"Ninguém prepara o jovem pra saber o que fazer quando bater na porta e ninguém atender.
Ninguém me dá a chave pra abrir a porta certa, mas a porta errada eu encontro sempre aberta!"

Uma das magias de ser jovem (e menos jovem) é andar à deriva, sem saber bem para onde se vai e o que o futuro reserva. Nós somos a tal "geração à rasca" que vive não só de empregos temporários como também de sentimentos temporários...nada na vida é para sempre, por isso, resta-nos sempre a esperança!

Marco C. Leite disse...

Quando temos esperança demais a mudança tarda muito...

Quando a esperança se vai, aí sim mudamos de direção, mesmo sem pisar no chão e decidimos que talvez até o chão embaixo de nossos pés nunca existiu, a não ser em nossa imaginação...

Damos um passo em direção ao vazio e percebemos que o vazio não é tão vazio assim, é cheiod e nada, de coisa alguma e que afinal de contas o nada é ao mesmo tempo que estranho muito familiar.

Aí podemos dizer que escolhemos um caminho livre, próprio e paramos de procurar portas, mas a criá-las por nós mesmos...

Beijos

O Cercadinho disse...

Seguido leio o teu blog, interessantes teus posts.
Te escrevo para divulgarmos nosso blog, ainda está em processo de expansão. Se quiser nos acompanhar e dar umas risadas:www.o-cercadinho.blogspot.com
Será um prazer te ter nos visitando lá.
O que é O Cercadinho? Segue uma apresentação para te situares.
Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de "queridas", mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva ou japa. O estilo Censo do Ibope, com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada.Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.
Por Iberê

Portal Paulista Online disse...

Ola pessoa linda estol te seguindo aqui, segui meu blog tambem se não for muito ecomodo e ja quero parabenisar você pelo seu blilhante trabalho neste espaço na internet, continui asim você esta no caminho certo e deis de ja seja bem vinda.
http://portalpaulistaonline.blogspot.com/

OBS: Para quem ver este comentario e quiser parceria de seguir blogs é só mim seguir no meu blog portal paulista online e deixar o link em um comentário que eu seguirei seu blog com a maior satisfação.

António Jesus Batalha disse...

Cheguei ao seu blog e fiquei entusiasmado, pois foi feito com muita graça, e com boa intenção.
Gostei do que li e achei um blog abençoado, onde se aprende muito.
Sou António Batalha, tenho um blog peregrino e servo, se me der a honra de o visitar ficarei grato.
PS. Se seguir meu blog faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para segui-lo também.
Que a Paz de Jesus seja sempre consigo.

Anónimo disse...

supra all, interpret that having tinnitus isn't of necessity Anaprox, Poradol, Indocin, Nuprine, Clinoril, lodine, Naprosyn and some others. Subjective and accusative tinnitusThere are two unlike forms of tinnitus; where entirely the sick person can get word the noises, disease affects 2 in Yard mass.

Also visit my weblog :: managing tinnitus

Maria Carolina S, disse...

Necessidade de fugir.. quando levamos conosco o motivo da fuga.

Andei por todas as estações dessa mapa durante 1 ano.

Liga esse carro! que veras janelas e portas várias

beijos