20081129

Optimismo...




Porque às vezes deixamos que o cansaço vença a nossa força... este serve para que o optimismo que sempre tive volte para o meu bolso, porque sinceramente esqueci-me dele em algum lado e não me lembro onde...




Olha no teu jardim as rosas entreabertas e nunca as pétalas caídas;
Observa no teu caminho a distância vencida e nunca o que falta ainda;
Guarda do teu olhar os brilhos de alegria e nuinca as névoas de tristeza;
Retém da tua voz risadas e canções e nunca os teus gemidos;
Conserva nos teus ouvidos as palavras de amor e nunca as de ódio;
Grava na tua pupila o nascer das auroras e nunca os teus poentes;
Conserva no teu rosto as linhas do sorriso e nunca os sulcos do teu pranto;
Conta aos homens o azul das tuas primaveras e nuncas as tempestades do verão;
Guarda da tua face apenas as carícias, esquece as bofetadas;
Conserva dos teus pés os passos rectos e puros, esquece os transviados;
Guarda nas tuas mãos as flores que te ofereceram, esquece os espinhos que ficaram;
Dos teus lábios conserva as mensagens bondosas, esquece as maldições;
Relembra com prazer as tuas escaladas e esquece o prazer fútil das descidas;
Relembra os dias em que foste água limpa, esquece as horas em que foste brejo;
Conta e mostra as medalhas das tuas vitórias, esquece as cicatrizes das derrotas;
Olha de frente o sol que existe em tua vida, esquece a sombra que fica atrás;
... Pois é no fundo da noite sem luar, que brilham muito mais as estrelas!

Palavras de um documento em formato .pdf que uma boa pessoa do norte enviou para mim...
Espero que estas palavras consigam oferecer um pouco de optmismo a quem por aqui passe e dele precise =)